domingo, 4 de novembro de 2012

arco-íris

"try this trick and spin it, yeah!"



acho que me perdi
nesses olhos de horizonte
em fronte, não há quem os afronte
eu não temo, a propósito

um teto azul
motor constante
eu, parado no instante
eram ladrilhos, sob um afago cru

reversamente sereia,
encantei-me

as palavras com cuidado
o reconhecimento demarcado
o silêncio precioso
continuarão a perdurar

no final do arco-íris dos seus olhos
eu vejo o tesouro outrora guardado
além do vidro embaçado
com sua respiração a me levar

Nenhum comentário:

Postar um comentário