sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

vida em verso




são muitos, incontáveis planos pra uma juventude vasta
incontáveis estrelas numa noite que devasta
incontáveis noites de uma vida gasta
incontáveis vidas, incontáveis fases
incontáveis, defasadas,
inefáveis
.

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

ileso




não adianta esconder,
você não sairá ileso.
esse peito contrapeso
sempre te balançará.

não adianta perder...
o coração astrolábio
- nem tão sóbrio, nem tão sábio -
sempre te alcançará.

não adianta apagar
essa cabeça é fogueira
e antes que pense besteira
o fogo vai te pegar

                                [ risos

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

álgebra



eu, quadrado;
aos seus (seis) lados: cubo.
colorido,
mágico.

montar-me-ei
esboçando técnica,
construindo habilidades
dentro da sua métrica!

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

necessidade

 

sortudos os que diferentemente de mim
separam a vida do corpo da vida da mente
a vida do corpo, instrumento que raciocina e sente
e que é vassalo da mente... pensa demais.

eu passo.

distante os sentidos se amontinam
muito mais do que juntos
porque separados eles sobram
e juntos se gastam

no bom sentido.

ou no mau

como é o caso.