domingo, 26 de maio de 2013



quem nos vê de longe
pouco sabe
o que se esconde
não é especial ou privilégio
meu ou de qualquer um

essa necessidade
de saber até onde
é você no outro
mora em mim

eu percebo, eu respeito
e não tento disfarçar

a curiosidade teima
em descobrir definição
para o que tá na ponta do nariz,
simplesmente vamo' com a pá (de leve)
cavando o x dos corações ao chão

não é para tudo que se tem uma razão
ana, paulo, joão ou pedro ivo
nas expedições (bi)polares e humanas
só necessitamos de um pequeno bom motivo

Nenhum comentário:

Postar um comentário