quarta-feira, 18 de setembro de 2013

farol: parte 1

olho no espelho a face amassada
um vidro reflete o perfil cortante
em ângulos percebo se tudo está no lugar
ajusto a simetria e ando

o cheiro do café me chama
pra uma conversa franca
por mim mesmo
e eu mecanicamente ritualizo a manhã
fazendo da cabeça autor
e o corpo direção;
o olho ator
e a plateia mão

hoje saí de casa olhando
pra um janela que lembrava aquela
pensando num papo que deixo pra depois
sobre essa complicação:
de olhar pra cima, ver o sol
mas pensar na noite e me ver farol
fiquemos nessa

Nenhum comentário:

Postar um comentário