sexta-feira, 11 de abril de 2014

o rock é a minha saída






o rock n' roll me ensinou
a cantar minhas misérias
num acorde maior
não vale a pena derramar sangue
quando há vodka por aí
e com vodka tudo fica melhor

não vale a pena gritar
quando uma guitarra pode fazê-lo por mim
não vale a pena
choramingar pelos cantos
   
                  [ como um moleque hipogloss
                  [ ou um qualquer cheira talco

se eu posso criar uma cena
num palco

o rock me ensina a viver todos os dias
me ajuda a enxergar a beleza nas distorções
                                                             [ da vida
e embora eu cante
da alma o meu amor
a minha arritmia
os nossos corações

o rock é a minha saída
de todas as situações
e talvez seja a guitarra
a maior de minhas paixões

Nenhum comentário:

Postar um comentário