terça-feira, 13 de maio de 2014

marginal







eu não nasci pro script
não sou peça de teatro
pessoas vem me perguntar
o que eu faço diante de alguma situação
e a minha resposta é sempre
a solução

não há fato
o fato é produto da decantação
do ato
e embora concreto
o fato é morto
e a circunstância
é feto

a minha querida circunstância
que me evita a constância
que me permite viver
me permite sobreviver
e ver
o que existe por baixo dos panos
o significado belo da palavra 'revelar'
como por em vela a realidade
pra navegar

eu vivo em dissonante
                              [ bastante
escuto a nota de ouro
                              [ divina
eu não acredito em sina
muito embora pra mim o destino
seja um tesouro
tecido nas cordas do piano magistral
das dimensões de realidade

num requiem para as mentes paradas
eu almejo ser um equilibrista
cada vez mais marginal
enquanto me chega a idade

Nenhum comentário:

Postar um comentário