segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

fruta






há uma melancolia
inerente à existência
da qual fugimos incessantemente
pelo gosto amargo que tem

ainda é muito infantil
o nosso paladar para a vida adulta
essa melancolia num fast food
é a fruta

ela é a casca da maçã
que nós quando pequenos
rejeitamos
pedimos pra alguém descascar
sem entender que é ali
que se concentram as vitaminas

ela chega de tempos em tempos
pra te mostrar quem você realmente é
pra te alertar que está correndo de si
e que não há mais tempo pra ficar pedindo

o que você dá pra vida é o que você recebe
e já é tempo de cobrar

ela te mostra que você está sozinho
do nascimento até a morte
e o repouso de algum braço
alguma hora você vai ter que aceitar

"ou se morre como herói
ou se vive tempo o bastante pra ser vilão"
um guia moderno
pra se remover os cascos

as coisas não foram as mesmas
desde que isso me foi dito por Marcus

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

sinuca





tá foda viver na Bahia;
façam suas apostas:
por mais quanto tempo aguentarei
viver entre essas pessoas
todas com facas nas costas?

por mais quanto tempo aguentarei
o fato de que estou apenas preenchendo buracos
e que o buraco no qual me encontro
e me abandono
não me satisfaz por completo

                            [ e eu sei aliás
                              que essa completude toda
                              também é ineficaz
                              e que nenhum caminho é reto

por mais quanto tempo aceitarei
que a realidade é uma grande sinuca
na qual me esquivo das tacadas
apenas pra continuar no jogo

eis o paradoxo bilhar:
eu sem ganhar no buraco
evitando a caçapa
pra que a ficha não caia de novo