segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

dos poucos que viram você aqui



foals in winter coats
white girls of the north
fire past one
five and one

they are the fabled lambs
of sunday ham
the ancient snow


a foto mais bonita que eu fiz
a naturalidade rara que me fazia falta
que enchia meu corpo de nostalgia
e como feitiçaria nascia ali
diante dos olhares desatentos dos plebeus;
você reinava

o que se passa nesse coração tão denso
pouco se sabe e se quer saber
é uma câmara tão bonita
não há vontade de explorar
eu, nos meus reinos cibernéticos
vejo uma interface friamente arquitetada
como vinda de Winterfell

uma frieza que me conforta:
tenho o olho bastante
para ver sua majestade treva

um olho doce em pesado entorno
maquiagem que intimida
como um cartão de visita
"cuidado ao entrar aqui"

eu não quero mergulhar em ti
eu quero como os turistas de Ibicoara
perceber a gruta azul que se esconde na sua íris
com um tubo minúsculo me ligando a realidade
é algo bonito
se pensarmos no cordão umbilical
(nós, e o mundo)
você aqui

me mostrando a cada encontro
que a casualidade é apenas uma boa desculpa
pra um destino sarcástico, irônico e mentiroso
que nos tem em suas mãos
e que inexplicavelmente sabe minhas intenções
de parar nas suas;
que embora sua demora,
colabora

Nenhum comentário:

Postar um comentário